“Pássaros”. Os brincos que representam um “encontro de amor” pelas mãos de Sylvie Castro

A designer amarense Sylvie Castro apresentou, este sábado, no Solar das Bouças, em Amares, a sua mais recente criação intitulada “Pássaros”, uns brincos em prata que complementam a jóia “Encontro”, lançada em 2019. A nova peça volta a integrar a marca Namorar Portugal, promovida pelo Município de Vila Verde.

Tendo-se inspirado nos “Lenços dos Namorados” para a criação dos novos brincos, Sylvie Castro explicou que estes vão «no seguimento de um trabalho lançado em 2019 e que assenta precisamente na desconstrução dos Lenços, pegando nos elementos que estão presentes nos bordados. Separá-los, redesenhá-los e sem nunca perderem a identidade, o que é muito importante».

«BRINCO COMPLEMENTA O COLAR»

Por outro lado, a amarense revelou que «a necessidade de ter um brinco que complemente o colar», foi também um dos pontos-chave para esta nova obra. «Toda a mulher gosta de completar as suas colecções. Foi muito tentador ter um colar já conseguido neste mesmo âmbito e fazia todo o sentido extrair do colar dois elementos importantes, o pássaro que leva a carta no bico e o outro que a recebe. A peça assentou nesse conceito do “encontro”».

«No fundo, é o levar a carta, a mensagem e o encontro. Os brincos chamam-se pássaros pois representam esse ícone presente nos Lenços», apontou.

À disposição estão três diferentes conjuntos caracterizados pela «versatilidade»,  o mesmo que dizer, «diferentes brincos, para diferentes ocasiões.

«MARCA NAMORAR PORTUGAL É DE TODO O ANO»

Também presente na sessão, a Vereadora da Cultura do Município de Vila Verde, Júlia Fernandes, começou por abordar o contexto actual marcado pela pandemia que não permitiu a “normal” apresentação dos diferentes produtos da marca Namorar Portugal.

«Como sabemos, tanto este como o ano anterior foram particularmente difíceis devido à pandemia. No ano passado ainda conseguimos cumprir com toda a programação, que acabou a 3 de Março, mas este ano, assim não aconteceu, com um largo período de meses difíceis, decidindo-se adiar e interromper pois não estavam reunidas as condições», disse Júlia Fernandes, acrescentando que a marca «não tem de ser só em Fevereiro, é de todo o ano».

Sobre a nova peça, Júlia Fernandes referiu que «a Sylvie entrou na marca há dois anos, com um magnifico colar. Este ano, ela tinha programado um complemento, daí ter criado esta nova coleção».

«TEMOS SEMPRE A PORTA ABERTA»

António Ressurreição, do Solar das Bouças, aproveitou o momento para desejar à artista as maiores felicidades para o futuro, prosseguindo, que «não sou artista, mas admiro muito os seus trabalho. Aqui, do ponto de vista cultural e da criação, temos sempre a porta aberta».

«UMA JOVEM ARTISTA COM MUITO FUTURO»

Manuel Moreira, Presidente da Câmara Municipal de Amares, destacou uma «jovem artista com muito futuro. Empenhada, trabalhadora, empreendedora, humilde, criativa e  que sabe aquilo que faz. Tem trabalhos excelentes e é nossa parceira (Município de Amares), com quem já fizemos vários trabalhos».

O momento da apresentação da nova peça contou ainda com um momento musical no início da sessão e a declamação de um poema à artista amarense, escrito e declamado por uma amiga.